RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA – ORIENTAÇÕES PARA ELEIÇÕES 2018

RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA – ORIENTAÇÕES PARA ELEIÇÕES 2018

“Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranquila, com toda piedade e honestidade” (I Tm 2,1-2).

Família carismática! Nestes tempos desafiadores que atravessamos em nosso Brasil, temos a missão de nos mobilizarmos em prol da mudança e melhoria desse cenário de instabilidade ética, política e econômica. Como pessoas repletas do Espírito Santo e, portanto, renovadas por Sua coragem e pela sua força inabalável, temos o instrumento necessário para tomarmos uma atitude em relação a essas situações que nos envolvem: a oração. “Se há pessoas que rezam, e que rezam com convicção, e com toda a fé, são vocês, os carismáticos, pessoas de oração”. As palavras do arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes, nos recordam que, por meio de nossa união e da graça de sermos um povo orante, podemos nos confortar uns aos outros, bem como nossos irmãos brasileiros, além de clamar pela verdade, justiça e igualdade em todo o país.

Dessa forma, os Ministérios de Fé e Política, Oração por Cura e Libertação, das Famílias, de Intercessão e todos os demais Ministérios realizam uma ação conjunta, cuja intenção é reunir a Renovação Carismática Católica do Brasil em oração por esse período de dificuldades e pelas eleições deste ano, 2018. É, inclusive, momento de pedir a luz do Santo Espírito na consciência do povo brasileiro, que escolherá, por meio do voto, os representantes da nação nos cargos de Presidente da República, Governador, Senador e Deputados Federais e Estaduais. A campanha de intercessão começa no dia 1º de fevereiro de 2018. Esse é o ponto de partida para uma caminhada que se estenderá até 28 de outubro desse ano, data em que o segundo turno das eleições gerais do Brasil serão concluídas. Durante esse período, o Movimento estará diariamente unido pela Oração. pelo Brasil e Salve Rainha, além do jejum às sextas-feiras, na intenção de clamar a libertação do Brasil.

A Renovação Carismática Católica do Brasil, em seu Conselho Nacional, reunido em Aparecida (SP), em sua reunião ordinária, buscou, em oração intensa, o discernimento do tema do ano de 2018, em vista da continuidade das atividades específicas, de modo especial nos Grupos de Oração espalhadas pelo Brasil..

 

Assim, propomos que todas as atividades da RCCBRASIL sejam iluminadas no próximo ano (2018) pelo tema agora escolhido e divulgado:

“EIS QUE ESTOU À PORTA E BATO” (Ap 3,20a)

Desejamos estar unidos aos apelos da Igreja, manifestados no Documento de Aparecida:  “A Igreja necessita de uma forte comoção que a impeça de se instalar na comodidade, no estancamento e na indiferença, à margem do sofrimento dos pobres do Continente. Necessitamos que cada comunidade cristã se transforme num poderoso centro de irradiação da vida em Cristo. Esperamos um novo Pentecostes que nos livre do cansaço, da desilusão, da acomodação ao ambiente; esperamos uma vinda do Espírito que renove nossa alegria e nossa esperança. Por isso, é imperioso assegurar calorosos espaços de oração comunitária que alimentem o fogo de um ardor incontido e tornem possível um atrativo testemunho de unidade “para que o mundo creia” (Jo 17,21). A força deste anúncio de vida será fecundo se o fazemos da forma adequada, com as  atitudes do Mestre, tendo sempre a Eucaristia como fonte e alvo de toda atividade missionária. Invocamos o Espírito Santo para poder dar um testemunho de proximidade que entranha proximidade afetuosa, escuta, humildade, solidariedade, compaixão, diálogo, reconciliação, compromisso com a justiça social e capacidade de compartilhar, como Jesus fez. Ele continua convocando, continua oferecendo incessantemente uma vida digna e plena para todos. Nós somos agora, na América Latina e no Caribe, seus discípulos e discípulas, chamados a navegar mar adentro para uma pesca abundante. Trata-se de sair de nossa consciência isolada e de nos lançarmos com ousadia e confiança à missão de toda a Igreja. Esta firme decisão missionária deve impregnar todas as estruturas eclesiais e todos os planos pastorais de dioceses, paróquias, comunidades religiosas, movimentos e de qualquer instituição da Igreja. Nenhuma comunidade deve se isentar de entrar decididamente, com todas suas forças, nos processos constantes de renovação missionária e de abandonar as ultrapassadas estruturas que já não favoreçam a transmissão da fé. A conversão pessoal desperta a capacidade de submeter tudo a serviço da instauração do reino da vida. Os bispos, presbíteros, diáconos permanentes, consagrados e consagradas, leigos e leigas, são chamados a assumir uma atitude de permanente conversão pastoral,  que envolve escutar com atenção e discernir “o que o Espírito está dizendo às Igrejas” (Ap 2,29) através dos sinais dos tempos nos quais Deus se manifesta” (Cf. Documento de Aparecida 363-366).

No ano de 2018 a RCC quer ler e rezar as Sete Cartas às Igrejas, do Livro do Apocalipse (Ap 2-3), proporcionando caminhos para a renovação contínua de suas estruturas e atividades.

Anúncios