COMO FORMAR O COMIPA NA PARÓQUIA

COMO FORMAR O COMIPA NA PARÓQUIA

COMIPA é a sigla de CONSELHO MISSIONÁRIO PAROQUIAL.

A função do COMIPA é justamente o que o nome diz: avaliar o andamento da pastoral paroquial para verificar como as ações de cada grupo está sintonizada ou não com o Espírito Missionário. Afinal de contas, a Igreja existe para a Missão. Mas não é qualquer  missão. É a Missão da Trindade. Deus Pai enviou seu Filho Jesus Cristo ao mundo para nos salvar de todas as mazelas que o pecado colocou no coração humano. Depois de cumprida a sua missão, Jesus enviou seus discípulos a pregar o Evangelho. Então concedeu-nos o Espírito Santo para inspirar as ações e indicar os caminhos da Evangelização.

Toda a ação da Igreja, pois, é envolvida pelo espírito da Missão da Trindade Santíssima.

Para formar o COMIPA na Paróquia é preciso que primeiramente o responsável pelas pastorais (Padre, Diácono e em alguns lugares até mesmo freiras) esteja com o coração aberto e a mente esclarecida de que a Missão é a tarefa primordial da Igreja. Com este espírito decididamente missionário, o responsável convoca algumas pessoas de várias pastorais que possam formar o COMIPA. Estas pessoas todo mês se reúne para avaliar  o andamento missionário paroquial. As perguntas que sempre fazem são estas:

1- Estamos agregando novas pessoas à comunidade?

2- Estamos conseguindo chegar às pessoas em seus ambientes (familiar, trabalho, lazer)?

3- Estamos conseguindo chegar aos jovens?

4- Estamos conseguindo com que as crianças que fizeram a primeira Eucaristia e os jovens crismados permaneçam na comunidade?

5- Estamos conseguindo fazer com que “famílias” inteiras participem da comunidade?

6- Estamos conseguindo fazer com que os membros das pastorais se interessem mais pela Palavra de Deus?

A partir destas avaliações, o COMIPA propõe ações às pastorais que possam fazer com que a Missão consiga atrair pessoas para Jesus Cristo e se tornem Dele discípulos e missionários. Ao mesmo tempo propõe que os evangelizadores leigos se abram à formação bíblica, fonte primordial da missão evangelizadora.

Uma das mais importantes ações do COMIPA é fazer com que todas as pessoas envolvidas em quaisquer equipes (batismo, liturgia, dízimo, catequese, etc.) se sintam missionárias na paróquia.

Para que o COMIPA ganhe a importância devida, seus membros podem ter uma camiseta específica. Nos tempos fortes da evangelização – NOVENAS DO ADVENTO ou NOVENAS DA QUARESMA – os evangelizadores que percorrem as casas devem usar a camiseta onde se lê o nome da Paróquia e abaixo deste a sigla COMIPA.

Para que a Paróquia funcione missionariamente e crie grupos de convivência é importante dividi-la em setores  que podem ser compostos pela proximidade das casas. É preciso estudar bem esta divisão para que o setor não fique composto por mais de 20 casas. O mínimo de 12 e o máximo de 20 famílias, Feita a divisão, deve ser indicado um coordenador(a) do setor. Cada um dos coordenadores, juntamente com os membros do setor, escolhe um nome. As pastorais, por sua vez, terão o terreno dos setores para plantar suas sementes.

Em cada setor pode ser verificado:

Batismo – existem crianças ou adultos não batizados?

Catequese – existem crianças ou adultos que não fizeram a primeira eucaristia?

Liturgia – existem famílias que não participam das missas e outras atividades da comunidade?

Muitas outras realidades podem ser descobertas nos setores. O papel do COMIPA é incentivar as pastorais a descobrirem os setores como ambiente menor onde se pode evangelizar com jeito mais humano e próximo das pessoas. Com a criação dos setores a evangelização deixa de ser aquela que bate o sino e espera as pessoas virem. Os sinos continuam a ecoar, mas os evangelizadores e a evangelização vai atrás das famílias e a elas propõe a participação na Igreja.

O COMIPA, pois, é um instrumento de reorganização da mentalidade paroquial.

VALE A PENA CONSTITUIR O COMIPA.

A Paróquia de Santo Antonio e Nossa Senhora Aparecida tem o COMIPA e está sendo uma benção para todos nós!!!!!!!